Ministério da Saúde de Moçambique Realiza Formação de Formadores em SESP-TR com apoio da Jembi/UEM-Moasis

Ministério da Saúde de Moçambique Realiza Formação de Formadores em SESP-TR com apoio da Jembi/UEM-Moasis

A Jembi Health Systems/UEM-Moasis apoiou o Ministério da Saúde (MISAU) na formação de formadores e técnicos doSistema Nacional de Saúde (SNS) em matérias relacionadas com o uso do novo sistema de seguimento de pacientes em tempo real (SESP-TR).


Formação de formadores em Maputo

Maputo, Moçambique – Outubro de 2019 –Com o objectivo de capacitar os técnicos de saúde que irão realizar as formações em uso do sistema ao nível das unidades sanitárias, a Jembi/UEM-Moasis apoiou a Formação de formadores em uso do SESP-TR.
A formação, que teve lugar em Setembro último na Cidade de Maputo, foi dirigida pelo Ponto Focal de Melhoria de Qualidade no PNC-ITHIV/SIDA do MISAU – Dr. Hélder Macul.

A formação concentrou-se no uso dos módulos do sistema, incluíndo: 1) Registo e Marcação de Consultas Clínicas; 2) Clínico e Apoio Psicosocial e Prevenção Positiva; 3) Laboratório;e 4)Farmácia.

Como atrás referido, constituíam objectivos desta formação: (a) Capacitar as equipas de profissionais dos SNS
de nível central, provincial, distrital, Unidades Sanitárias e dos parceiros de PEPFAR como formadores no âmbito
da implementação do SESP-TR, e (b) compor as equipas e concordar a abordagem de implementação e de
Monitoria pós implementação.

Tomaram parte nesta formação profissionais oriundos dos Órgãos Centrais do MISAU a Direcção Provincial da
Saúde (DPS) de Maputo e da Direcção de Saúde da Cidade de Maputo que, nesta primeira fase do processo irão
liderar o processo de implementação com assistência técnica dos profissionais da Jembi/UEM-Moasis e apoio dos
parceiros clínicos de cada província.

O MISAU mostrou-se visivelmente satisfeito com a eficiência do sistema e o desempenho dos formandos
que assimilaram de forma rápida a utilização do SESP-TR. Foram apresentados módulos e manuais de
utilização do sistema e sua estrutura funcional, bem como as normas de segurança a serem seguidas pelos
técnicos e utilizadores em relação à infraestrutura e o sistema.
Formações subsequentes de formadores das restantes províncias serão realizadas localmente nessas províncias
mantendo a mesma abordagem centralizada ou ajustada conforme a experiência desta primeira fase.

 

“O projecto em referência tornou-se possível graças a uma parceria entre Moçambique e o povo americano através do financiamento do PEPFAR – CDC”.

No comments yet.

Leave a Reply